Manual  

   
   
   

Dicas para viagens rodoviárias

 
Alguns componentes do traje ideal para viagens de ônibus no Brasil, principalmente na época do verão e do período de férias, são bermudas, tênis e roupas leves. O ônibus ainda é o principal meio de transporte de pessoas pelos padrões de conforto e segurança que proporciona e também pelo preço mais baixo do que o avião. Além disso, permite conhecimento geográfico e sócio-econômico, pela passagem por diferentes regiões, paisagens, topografia, costumes, sotaques e temperos. Amplia relacionamentos e a oportunidade de fazer novas amizades.
 
 
Informações úteis
 
Adquirir o bilhete com a antecedência necessária, para escolher a poltrona na posição de preferência;

O ônibus é o meio de transporte que maior liberdade proporciona a seus usuários. Por essa característica, dispensa roupas formais e sugere trajes leves e bem simples. Pelas condições de clima do Brasil, bermudas, camiseta e tênis são peças indispensáveis;

Sapatos sociais devem ser evitados. Se a viagem for muito longa ou durante a noite, é importante que a maleta contenha um agasalho, para evitar o desconforto provocado pelo frio natural de algumas regiões;

Pessoas que apresentam a tendência de inchaços nos pés devem incluir na bagagem um par de chinelos, sandálias ou até tênis usados.

Outro item aconselhável é um pequeno travesseiro que contribuirá para uma viagem mais repousante;

A comunicação é importante, especialmente em viagens mais longas. Fatalmente surgirá a oportunidade de um diálogo com quem estiver no banco ao lado. Mas se deve avaliar se a pessoa está disposta conversar e evitar que os excessos provoquem constrangimentos. Talvez ela prefira uma leitura ou até aproveitar o tempo para reparar noites mal-dormidas;

É aconselhável evitar abrir janelas em determinadas situações para não incomodar o passageiro que estiver num dos bancos de trás. A melhor estratégia é a comunicação. Não custa perguntar se o vento está causando desconforto;

Fumar, nem pensar. É proibido;

Passageiros acompanhados de crianças devem procurar amenizar eventuais exageros, como falar alto, bater no encosto do banco da frente, dirigir-se aos passageiros;

Aparelhos de som precisam ser evitados, a menos que sejam do tipo "walk man", que possuem fone de ouvido;

Também é imprescindível permanecer sentado, principalmente crianças. Os corredores dos ônibus são espaçosos e os bancos possuem revestimento para absorção de choques, mas a viagem não está livre de uma frenagem brusca;

A leitura (livro, revista ou jornal) deve ser lembrada. Palavras cruzadas costumam ser excelentes companheiras. A maioria dos ônibus possui iluminação direcional, para permitir a leitura durante a noite;

Outra atenção envolve a bagagem de mão. Somente pequenos volumes contendo o que for necessário para a viagem devem ser levados para o interior do ônibus. Para as malas há o bagageiro, com amplo espaço. Dessa forma, a movimentação dos passageiros pelo corredor fica mais confortável, sem causar aborrecimentos aos outros viajantes;

Atenção especial deve ser tomada para o uso do sanitário e a sua higiene. É recomendável deixar o ambiente do jeito que gostaria de encontrar. Para isso, bastam pequenos cuidados;

A mesma orientação vale para o serviço de água e café, se estiver disponível a bordo. Copos e frascos utilizados devem ser colocados no cesto de lixo ou no recipiente de descartáveis, assim como embalagens de alimentos e outros papéis;

Para os que costumam beber ou comer em períodos mais curtos, é bom que incluam água e alimentos na bagagem. Mas, sem exageros, para evitar causar incômodos aos demais passageiros;

Outro aspecto é a obediência ao tempo de parada. Não se deve provocar atrasos, em respeito aos demais e, principalmente, para não obrigar o motorista a recuperar tempos perdidos;

Não se pode esquecer os remédios, muitas vezes, a falta deles pode causar problemas;

Pense também na volta e inclua no planejamento a reserva do bilhete com a antecedência necessária.
   
© TRAVELMAN